Mãe

Mãe é uma palavra forte, não é?!

Tenho várias mães na minha vida, a minha avó, as minhas tias, a minha irmã, as minhas primas, as mães das minhas amigas de infância.. Todas mulheres sensíveis mas de uma força que putaquepariu desarreda-te mundo, mulheres determinadas, mulheres lindas de todas as formas, mulheres que fazem da palavra uma cena megazorde reservada a seres ultra fucking amazing do universo e mais além… Enfim, Fêmeas!

Tenho a minha mãe, o meu amor perfeito, que de tão minha, mais minha do que todas as outras, é o exemplo máximo daquilo que eu quero ser para alguém.

E sim, é isso…
Eu Celestina, eu que não ambicionava minimamente gerar um ser, não porque ache que sou menos mulher ultra megazorde fucking amazing (só não era um objectivo de vida para mim), euzinha Bitch da Conceição Gameiro estou grávida.

GRÁVIDA gente… Celestina GRÁVIDA.. méquépessííível melher?!

Paniquem-se.. Paniquem-se que eu já paniquei e de quando em vez vou-me panicando só de pensar “É um unicórnio que eu estou a gerar!! SÓ PODE.. As pessoas n’acraditam em unicórnios e eu acreditei com tanta força que agora olha, pufff está feito e vem lá desassossegar-me os dias e mandar-me cagalhões em glitter e arco íris.” (não me venham com as vossas realidades, tsá?!”

Não tive o direito de dar pessoalmente a noticia à minha Geninha, de lhe ver as lágrimas a escorrer cara a baixo e ainda gozar com ela por ser tão chorona e ter o nariz de noddy, não vou ter direito a apresentar-lhe um unicórnio neto (não sei se é macho ou fêmea, de momento é um unicórnio assexuado) e chatear-me com ela por ser tão chata, tão “deseducadora/mega mimadora” e mandar tantos palpites. No entanto, sou-lhe grata por tudo o que foi para mim e para os meus irmãos e sobrinhos, tivemos tanta sorte por ter uma mãe/avó assim, tenho mesmo pena do pequeno unicórnio não conhecer pessoalmente a avó Gena, mas vai com certeza ouvir tantas histórias e tantas coisas dela que a vai conhecer de qualquer forma.

E depois… depois temos cá o pai mais louco e maravilhoso do mundo, o Ricardo, temos o avô Tino, a tia ‘Tícia e o Titininho, os Bizas mais marretas e mais lindos, a avó Lu, as tias avós, as primas tias e uma catrefada de fadas bitchiez e de elfos fuckerz… Uuuuiiii … tanta tanta gente boa, tanta vida… jasuuuuus!!

… Anda daí Unicórniozinho da Celestina e do Ricardito, anda que nós queremos conhecer-te, queremos muito ser os teus amores perfeitos, sim?! Ok?! Ok vamos trabalhar para isso.

22360956_10213734282889075_1411062522_n

Anúncios

Adivinhem quem voltou ôôôhou

Decidi voltar pessoas alucinadas que se dão ao trabalho de vir ler cenas estúpidas que Celestina escreve…

Eu sei, nas vossas cabeças começam a escorrer em catadupa perguntas do tipo “majoquéquestacarálha andou a fazer?!  Porquéquestaburra desapareceu?! Agora volta assim à papo seco para as nossas vidas?! Quem équestavacazola pensa que é?!”

Já que colocam assim as coisas, vou começar por responder à última questão e depois respondo às seguintes e por aí fora (calma pessoal..tenham calma, não é preciso abalroar):

Ninguém, apenas a alma desassossegada que agora tem tempo em mãos para vaguear nas internetzzz e que andou a ser trabalhadora precária e a levar pontapés na mona para ver se acorda para a vida de uma vez por todas que é para aprender… Hey!! Majéaputadaminha sorte, já me habituei.. não me estou a queixar, ‘tou na fé de que as coisas vão melhorar pá, estou aqui viva e de saúde com energia para fazer merdas e cenas e agora é que vai for..

Estou de volta, apetece-me escrever, apetece-me fotografar, apetece-me meter ideias em prática… apetece-me a vida, pronto!!

Fica aqui registado Celestinogenicos e achei que vos deveria contextualizar.

‘Tou na pista (ler isto em português do brasil)!!

P.S.: Acho que já respondi a mais questões do que vocês colocaram (que foram ZERO) portanto considero-me satisfeita por continuar a ser meia esquizofrenica com estes textos. Eu para o Asdrubal, o Asdrubal para mim e pronto ( o Asdrubal, para quem não sabe, é o meu cérebro).

 

 

 

 

Tô fora

Vai Celestina sair com os seus unicórnios, no alto da sua sapatilha, da sua cara lavada e da sua roupa com que andou o dia todo! Tipo… Normal…

Já toda zen a pedir copos ao balcão, chega um indivíduo pega no braço (com uma mega confiança) e põe-se a rir para Celestina…

Reação: Cara de otária, foco na cara do individuo para ver se o conheço… Não é familiar… Confundiu-me com alguém! Mete o sorriso 54 que é o sorriso “voltas a tocar-me e levas um soco na boca” e como estou bem disposta viro costas e continuo naquilo que interessa… pedir copos!

É que nem estava a dar importância, quando Artur, o unicórnio destruidor, pergunta “conheces esse gajo?!”

“Ya… não conheço” (super coerente, eu)

E o Artur encolhe os ombros e mete o olhar 21 que é o olhar “‘tãopá?! tástapassar?!”

“Oh pá, era só para dizer que a tua tatuagem é altamente… muito fixe!”

Resposta: “Obrigada pá!”

Finos na mão, vou à minha vida…

É este o meu nível de disposição para conhecer pessoas novas e possíveis parceiros de cenas e coisas… “Obrigada pá!” … todo um sexy da minha parte num “obrigada pá” pegar em 4 finos e abandonar!!

Estou TÃÃÃO fora da liga Europa do engate … mas TÃÃO fora.

As bitchiez dizem, “tens de sair para outros sítios e conhecer pessoas novas…”

Ora bem, isso implica sair e implica pintar a cara e implica todo um cuidado que acho mega fixe em quem o tem… mas Celestina é tão confy rock n roll… acima de tudo implica falar com pessoas novas e eu já faço um esforço TODOS dias para que isso aconteça!

Estou TÃO a caminho de ser “forever alone” e estou tão a cagar-me para isso…
Desculpem lá, tá?!

 

 

 

 

Spa

Aquele momento spa em que Celestina está na banheira e há toda uma esfoliação corporal a acontecer, aquela mascara na fronha que arrepanha as bordas do nariz, aquela outra mascara no cabelo que Celestina sabe perfeitamente que só lhe vai deixar o ninho de ratos mais pufff  aimeudeusquéqueufaçoaestecabelo…

Musica zen para dar aquele “ambience” descontraído…

Toda eu em esforço para me sentir limpa física  e psicologicamente…

Pensamento positivo, o mundélindo, eusoulinda (lá mesmomesmomesmo no fundo), coisas boas acontecem…

oohmmm…oohmmmmmerda… cheira-mamerda!!

Amy decide ir dormir o seu sono de beleza e fofura para o tapete da banheira e largar as suas tão suaves fragrâncias intestinais no meu zen!

“quesafodaestamerdatoda, putacabraporcasómapetecebater-te, caralhosmefodamaminhavida” toda uma meditação e relax reconfigurado!

E volto ao meu mantra de sempre “foda-se, caralho, merda, pissaconabichana…” dez vezes.. inspira expira e ‘tá bom.

 

Padeces pá!

Dia de avaliações de inglês é dia de ir a Braga e portanto lá vai Celestina por aí acima, montada nos seus 5kg a mais, envergando uma calça super fresh e uma camisola básica já de há 2 anos mandando caralhota do uso… enfim… à pobre démodê cagando d’alto para a sociedade fashion, mas sempre no feeling myself… porque sou eu que visto a roupa e não a roupa que me veste a mim! Pumbas… baibuscar!

Txutxutxu txatxa Braga acima lá vai ela super na sua, já com o Asdrubal em modo inglês para causar aquele impacto nas teachers… eis se não quando levanto “ojólhos” e vem um indivíduo virado a mim olhando no olho… mas aquele indivíduo sinistro de boné semi só que coiso na cabeça, calção e camisola de alças do basquetebol americano 3 nºs acima, malinha pendurada no pescoço do qual sobressai a tatuagem assustadora super mega jáfuipresotrêsbezes…

Asdrubal cagou ‘mediatamente no inglês e chamou a si todo o Bruce Lee, todo o Jean Claude, todo o Rambo, todo Chuck Norris e toda a Navegante da Lua…

Quefilhadaputadedia para ser assaltada! AvéMariacheiadegraçasinhoréconvosco e livrai-nos do mal e amen.

Não desarreda, não dá parte fraca …

O guna vem… vem… vem… e a 5mm do meu ouvido diz “É que se tu quiseisses eu casábame já aqui”

Celestina cagada mas confiante remata “tu padeces pá!”… enfiou o ombro no ouvido danificado com as palavras do matrimonio e foi-se enfiar no café mais próximo onde bebeu um fino quase que a pénalti por motivos de nervos e garganta seca e sede e eee eu sei lá.. por motivos!

E pedi perdão aos deuses por ser uma porca preconceituosa que afinal julga as pessoas pela aparência … quando elas só querem espalhar o amor…

… não liguem… é que por estes dias aprendi que tenho de praticar a compaixão por mim e pelos outros… e a modos que estou a tentar!!

Mas enervei-me um bocado.

Tatuagens

Ai oh Celestina agora já chega de tatuagens, não já?!

Oh pá deixem-me! Eu é que sei…

Há gente que corta os pulsos, há gente que se anda a mutilar e há gente que toma anti depressivos… Cada um com a sua cena!
Eu lido com a minha dor como eu bem entender e se for a fazer tatuagens ao menos estou a transforma-la numa forma de arte.

Eu compreendo quem não goste, quem não as queira fazer e até compreendo quem não me compreende!! Mas assim é a vida darlingzzz…

As minhas tatuagens foram feitas por pessoas que estão na minha alta consideração… Pessoas simples, simpáticas, transparentes e de uma humildade notável… Pessoas que partilham dos mesmos interesses (e de interesses diferentes como é obvio), pessoas com as quais criei uma empatia imediata (e olhem que não é fácil). Mas acima de tudo, pessoas de um profissionalismo exemplar.

Fiquei fascinada com este mundo! Acho fantástico mesmo, conhecer o mais variado tipo de pessoas, ouvir as suas histórias e muitas vezes ter oportunidade de transpor essas historias para tatuagens. Ter capacidade de interpretar cada vivência para um desenho que te vai ficar marcado na pele ou, por outro lado, ter só um sentido estético… Sim porque nem todas as tatuagens têm de significar o que quer que seja!

Respeito os passarinhos, as ancoras e os infinitos, mas se me veem com a supremacia da moral dos significados, para vocês só tenho uma palavra BULLSHIT… não sejam básicos tá?!

O maior significado das minhas tatuagens, para além do que eu lhes dou, vem dos playbacks de Tool com o Lionidas e das conversas e das histórias mirabolantes que ele vai contando… Vem do Frederico maravilhado a olhar para o Lionidas a trabalhar (como se fosse uma criança a olhar para uma montra de gelados) e do companheirismo dele nas minhas melhores e piores horas… vem dos registos fotográficos que fiz e que me fizeram!

Quanto a mim, que tenho sede de conhecimento, acho que vai ser um mundo que quero continuar a registar e que quero explorar mais ainda, quer me continue a tatuar ou não.

Se compreendem, muito bem … se não compreendem, muito bem na mesma… Só não me arreliem a cabeça com isso ok?!

Pronto era só isto que eu tinha para dizer acerca deste tópico.

Beijinhos.. xau xau.. beijinhos xau!

 

 

Este slideshow necessita de JavaScript.

É Dia

Hoje é um dia importante, ah poijééé…
No calendário está marcado o dia em que Dina nasceu… E ainda bem!!

Crescemos juntas, somos amigas desde o primeiro momento, da primeira classe, enchemos a vida uma da outra com muitas histórias.

Foi ela que me calçou os patins pela primeira vez e andou a empurrar-me alpendre acima, alpendre abaixo…
Daí passamos para o clube que representamos sempre (H.C.Mealhada), ela na frente a marcar golos e eu cá atrás a evita-los…
Antes de cada partida vinha sempre sussurrar-me ao ouvido “És uma merda… Sabes disso”
E eu respondia-lhe “Pois sou minha vaca, vai-te fder andor daqui”
Fomos fomos e chegamos a representar o nosso país.
Ah poijéé!! Éramos (somos) esse tipo de merda…

Sempre me empurrou para a frente, dentro e fora de campo… Sempre acreditou na Celestina mais do que ela própria acreditava.
Como é que não se ama profundamente uma pessoa assim?! Que nos faz brotar o melhor de nós?! Hein?!

Ela é do carai, ela ralha, resmunga, não se cala nem quando fica sem voz, tem o espirito do reviralho no corpo, é uma inconformada.
Tem um coração de ouro, mas não faz questão que se saiba.

Ela é um dos meus seres humanos favoritos.

E eu só tenho mesmo é de celebrar este dia, porque foi num dia assim que nasceu uma força da natureza que tem muita influencia em mim.

Ela detesta estas manifestações publicas de afecto e não gosta nada de fazer anos…
MAS EU QUERO QUE TU TE FODAS … kenga

Amo-te bitch intelectual, feliz aniversário e feliz tudo.

Um brinde à tua vida.

12195858_939133289494775_2070034593866409276_n

229525_129833480424764_757995_n.jpg

 

11143454_10206800417026762_1597585397731397485_n

Ser Celestina no meio de Celestinos

Entretanto na Celestinolândia:
Celestino pai liga para o telemóvel do Celestino filho e pede-lhe para passar à Celestina…

… Certo! (Celestina não é boa a atender o telemóvel)
Celestina atende e Celestino pai pede-lhe para abrir o frigorífico e ver o que há para Celestino filho levar para o almoço do dia seguinte…

… OK!

Bla Bla Bla… Almoço de Celestino filho acertado…

Celestino filho com cara Dori perdida no oceano diz:

“Ele liga para o meu telemóvel para te perguntar o que é que há para o meu almoço amanhã?!”

“ohquicaralho poijé!!”

A minha vida passa por ser uma espécie de intercomunicador entre Celestinos e de Celestinos para o mundo.

Ah e tal as mulheres são complicadas e dramáticas… FUCK OFF…

Ah e tal oh Ângela tem calma parece que andas sempre com a TPM… PÓCUARELHO

Só m’aprece esvoaçar!!!

13553174_10209304038495734_3157134_n

Das trevas que há em mim

Desarredai-vos jovens mortais… Desarredai-vos.
Esta Celestina já foi lá aos calabouços das trevas e está a irromper por aí acima desalmada.

É que a vida é um bocado putinha com Celestina.
Celestina evita queixar-se da putinha da sua vida, só lhe dá o crédito necessário da aprendizagem, tenta tirar sempre o lado engraçado da sua filha da putice e seguir em frente… sem dó nem piedade… Porque, afinal, não tem outra alternativa.

Mas a vida tanto faz tanto faz que, do ultimo gancho de direita que mandou, Celestina foi mesmo às trevas…

Sem som e sem imagem… tudo às escuras… cumfilhadaputa d’um negrume uma sensação de total ausência de tudo… até da própria vida.

Porém e se não quando…

Lá vem eles…

Qu’é aquilo carai?!
São cavalos?!… São pássaros?!… Não
São os Super Unicórnios das Trevas de Celestina…

Aichazuuuus… Fujam… Lá vem eles a cagar arco-íris para cima da Celestina (e quem diz arco-íris diz cerveja também)

“Tens de ser egoísta Celestina”… “Tu tens luz própria”… “Tu não vieste ao mundo para banalidades Celestina… És muito mais que isso”…

E as trevas vão ficando todas cagadas de cores e luzes e Celestina está pronta para começar tudo de novo… Transmorfar… do zero para o infinito e cenas.

Com o seu séquito de Unicórnios das Trevas Celestina nunca terá medo de ficar só… NUNCA.

Sois grandes minhas cavalgaduras mágicas. Obrigada!!

“I’m not surprised motherfuckerzzzzz”
– N.D.

Nota: Eu não meto qualquer tipo de “estupidofaccientes” é mesmo a minha estupidez natural (só para as pessoas que não me conhecem estarem contextualizadas, tá?!)

13459709_10209189823320426_1373535120_n